quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Em Limoeiro, PMs presos por sequestro, extorsão, invasão de domicílio e outros crimes


Ilustrativa
Quatro policiais militares foram presos no município de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, e devem ser indiciados pelos crimes de extorsão, formação de quadrilha, abuso de autoridade, sequestro, invasão de domicílio qualificado e usurpação da função pública.Os PMs foram identificados como o cabo Maílson Silva, 44 anos, e os soldados José Valdir Barbosa, 36, Luciano Coutindo de Arruda, 30, e João Antônio de Lima, 25.

De acordo com a policia, no dia 29 de julho, por volta das 11h30, eles usaram uma viatura descaraterizada da PM para ir à casa de uma mulher de 40 anos, moradora do bairro do Ponto Certo, em Limoeiro.

Maílson se apresentou como oficial de Justiça, enquanto os demais esperavam na viatura, e convidou a vítima a acompanhá-lo para liberar uma moto apreendida. No meio do caminho, em uma estrada às margens da PE-95, a mulher foi agredida verbalmente e espancada. O grupo exigiu o pagamento de R$ 7,5 mil e a obrigou a mulher a entregar o cartão de crédito e a senha.

O cabo foi para o centro da cidade, onde tirou um primeiro extrato e viu que não havia dinheiro na conta. Depois, exigiu que a mulher mandasse a família depositar o dinheiro. Em seguida, eles foram para a Praça da Bandeira, onde almoçaram, e depois o cabo foi tirar um novo extrato no banco Bradesco. Ao perceber que o valor já estava na conta, ele retornou a viatura e mandou que a mulher fosse sacar o dinheiro, acompanhada dos soldados João e Valdir. Câmeras do circuito interno mostram toda a movimentação da mulher entregando o dinheiro aos policiais militares. 

O grupo segue ainda hoje para o Creed de Abreu e Lima depois de prestar depoimento na Delegacia Seccional de Limoeiro. O caso está sendo apresentado esta tarde na sede da Polícia Civil, na Rua da Aurora, no Recife. As investigações estão a cargo dos delegados da Seccional de Limeiro, José Sérgio de Oliveira e da Delegacia da cidade, Paulo Gustavo Coutinho.

Passo a passo do crime

1. Por volta das 11h30 do último dia 29 de julho, quatro PMs estacionam uma viatura descaracterizada em frente à casa da vítima, uma mulher de 40 anos. Um deles finge ser oficial de Justiça e, com o pretexto de ajudá-la a liberar uma moto, consegue convencer a mulher a entrar no carro

2. Outros três policiais militares estavam no carro. A vítima é levada para uma estrada às margens da PE-95. Ela é espancada no rosto, tem os brincos arrancados das orelhas e é agredida verbalmente. Os agressores dizem que querem os R$ 7,5 mil que serão depositados na conta corrente da mulher naquele dia

3. Os policiais ordenam que a mulher entregue o cartão e a senha da conta corrente. Um deles vai a uma agência bancária e verifica que a quantia ainda não está disponível. Depois de almoçarem, voltam à agência e verificam que o dinheiro foi depositado. A mulher saca o valor e entrega aos PMs 

4. Depois de aproximadamente sete horas, os policiais levam a mulher de volta à casa dela, no bairro do Ponto Certo, em Limoeiro. Os suspeitos invadem a residência e ameaçam os familiares da vítima. Armados, mas sem a farda, os PMs intimidam a mulher, o marido e outros parentes dela.

Com Informações do Diario de PE

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira