sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Em Passira, Câmara de vereadores vira uma "Zorra Total" em noite de quinta feira

Não é de hoje que a câmara de vereadores de Passira, Agreste de Pernambuco, tem fama de uma verdadeira bagunça, muitas vezes o próprio Presidente da casa solicita que os parlamentares se respeitem para não dar uma má impressão, mas por vezes o próprio não consegue ter pulso firme e conter a animosidade gerada, naturalmente, pelos debates.

Ontem (29), não foi diferente, em plena Sessão Ordinária, os vereadores da Base Oposicionista se recusa a votar na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e saem do plenário. Para o espanto dos vereadores da Situação o presidente da casa declara encerrada a reunião marcando para hoje (30), sexta feira, às 14 horas. Este fato gerou uma imensa insatisfação no grupo de vereadores do Prefeito Silvestre-PSDB, uma vez que, caso o vereador se abstenha do local da votação é considerado como falta e tem que ser descontado R$ 300,00, segundo o regimento interno, é o que afirmou o vereador Ernande Filho-PP.

Por sua vez o Presidente da casa, Jamilson Albuquerque-PSD, se desculpou afirmando que não havia quorum suficiente à votação.

Júnior de Cida-PSDB, vereador da situação, após a reunião disse, para que todos os presentes ouvissem, que todo o "movimento" teria sido articulado pelo próprio presidente juntamente com os vereadores da oposição.

Em tempo, o vereador Jamilson Albuquerque foi eleito no palanque do Prefeito Silvestre-PSDB e vem recebendo duras críticas pela postura que vem tendo à frente da casa Severino Gabriel.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira