sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Governador do Rio de Janeiro não aguenta pressão e deverá renunciar antes de Abril

Alvo diário de manifestações populares e com a reputação numa crise nunca antes vista, o governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral (PMDB), está de saco cheio e pode renunciar antes mesmo de abril. De acordo com amigos, ele "não aguenta mais" as manifestações, segundo o jornalista Claudio Humberto, do Diário do Poder.

Leia a nota:

SOB PRESSÃO, CABRAL PODERÁ ANTECIPAR RENÚNCIA ELE 'NÃO AGUENTA MAIS' OS PROTESTOS NAS RUAS, SEGUNDO AMIGOS QUE RESTAM

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), cuja reputação está em chamas desde o início das manifestações de rua, poderá renunciar ao mandato antes mesmo de abril de 2014, o limite para se desincompatibilizar e viabilizar a candidatura do filho, Marco Antônio, a deputado federal. Íntimo aliado disse que Cabral "não aguenta mais" e, se os protestos continuarem, ele renunciará antes, "talvez este ano".

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira