sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Médicos são flagrados recebendo sem trabalhar. "Entram na unidade e saem minutos depois"



A Secretaria de Estado da Saúde afastou por 30 dias três médicos do Hospital e Maternidade Leonor Mendes de Barros, no Belenzinho, após eles serem flagrados por uma equipe de reportagem do SBT entrando na unidade e indo embora minutos depois, logo após bater o ponto. A remuneração mensal de um deles chega a R$ 7.261,73; os outros dois recebem R$ 4.714,23 e R$ 5.956,90 cada um. Todos alegaram cumprir as 20 horas semanais de trabalho.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira