sábado, 10 de agosto de 2013

Sport perde para São Caetano, mas conta com ajuda de concorrentes para permanecer em terceiro

Foto: Agência Estado

Embora esteja em boa posição na Série B, este Sport tem uma característica que incomoda a torcida: a oscilação. Quase sempre de uma rodada para outra e muitas vezes em momentos diferentes de uma mesma partida. Neste sábado, o lado negativo do Leão prevaleceu. A equipe de Marcelo Martelotte teve dificuldades, não jogou bem, sentiu falta de Marcos Aurélio - suspenso- e perdeu para o São Caetano no Anacleto Campanella por 2 x 1. Os gols do Azulão foram marcados por Wagner Carioca e Fred. Nunes descontou para o Rubro-Negro.

A sorte é que a rodada ajudou. O Paraná perdeu para o Palmeiras, o Figueirense foi derrotado pelo Avaí e o América-MG caiu diante do ASA. Por isso, o Leão permanece na terceira posição. O problema foi a distância. Agora, a equipe tem 10 pontos a menos que o Verdão, líder, e cinco em relação à Chapecoense - que atua no domingo, contra o Guaratinguetá.

O JOGO - Logo no primeiro minuto, o Sport foi punido por grave desatenção. Primeiro do lateral-direito Patric, que permitiu que o oponente avançasse e cruzasse para a área. Giancarlo trabalhou como pivô e deu condições para Wagner Carioca chutar - e este último fez isso sem ser acompanhado pelos volantes.
O gol determinou o ritmo do jogo. O São Caetano pôde trabalhar com mais tranquilidade - e até passar a privilegiar a defesa em detrimento do ataque, uma vez que, se não tomasse gols, levaria a vitória.

O Leão, por outro lado, precisaria reverter o jogo. E tentou fazer isso a partir dos 13 minutos da primeira etapa. Neste momento, Lucas Lima deu ótimo passe para Camilo. O meia recebeu dentro da área e bateu de primeira. A bola, no entanto, passou por cima do gol defendido por Rafael Santos Aos 24, talvez a melhor chance do Sport. Felipe Azevedo e Roger fizeram ótima tabela. O camisa nove chutou com liberdade, mas não pegou tão bem na bola. Ainda assim, o lance assustou. A pelota passou bem perto da trave direita. Dois minutos mais tarde, Lucas Lima fez boa jogada pela esquerda e cruzou no meio. Douglas Grolli impediu a chegada do leonino. Foi o momento mais produtivo do Rubro-Negro. Depois disso, até o fim dos 45 minutos iniciais, o time do Recife pouco fez. O do interior de São Paulo, menos ainda.

Na volta para a segunda etapa, esperava-se que o Leão entrasse com o sentido de urgência mais acentuado. Não foi o que aconteceu. O Sport até começou o tempo complementar co mmais posse de bola e com domínio territorial, mas continuava com alguma lentidão.

A primeira boa oportunidade foi do São Caetano. Aos oito minutos, o lateral-direito Patric cortou sem força um cruzamento. O rebote sobrou para o lateral-direito adversário Samuel Santos - que chegou sem ser acompanhado pelos volantes. A sorte do Sport é que Patric se recuperou e conseguiu abafar o chute. Aos 11 e 15, o Leão teve duas chegadas perigosas. Ambas fruto de boa troca de passe. Na primeira, Lucas Lima, dentro da área, serviu Roger, que chutou muito por cima. Na segunda, o atacante retribuiu com um belo corta-luz. O meio-campista bateu melhor, mas Rafael Santos espalmou bem.

Aos 25, o São Caetano ampliou. O zagueiro Fred bateu falta com muita categoria. Magrão foi nela, tocou na pelota, mas não impediu. Dois a zero para o Azulão. Ficou difícil para o Leão. Martelotte mexeu. Tirou Roger e colocou Nunes. Deu certo. Aos 31, numa das primeiras vezes que tocou na bola, o experiente centroavante completou cruzamento de Felipe Azevedo e diminuiu. O que era muito difícil virou possível. O Sport tentou o empate na base do abafa. A melhor chance foi com o mesmo Nunes, depois de cruzamento na área. O atacante, desta vez de cabeça, concluiu - mas Rafael Santos defendeu a melhor chance e garantiu a vitória azulina.

Ficha do Jogo

São Caetano: R. Santos; Samuel Santos, Douglas Grolli, Fred e Diego; Moradei, Pirão, Wagner Carioca e Danilo Bueno (Renato Ribeiro); Giancarlo (Jael) e Geovane (Siloé). Técnico: Marcelo Veiga

Sport: Magrão; Patric, Pereira (Gabriel) , Tobi e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Rithelly, Lucas Lima e Camilo (Patrik Silva); Roger (Nunes) e Felipe Azevedo. Técnico: Marcelo Martelotte

Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Célio Amorim (SC)
Assistentes: Antônio Luiz Guimarães Lugo e Vanessa de Abreu Amaral (ambos de MS).
Cartões amarelos: Danilo Bueno (São Caetano)
Gols: Wagner Carioca (a 1 do 1ºT) e Fred (aos 25 do 2ºT) para o São Caetano; Nunes (31 do 2ºT) para o Sport.

Com Informações do NE10

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira