segunda-feira, 26 de agosto de 2013

STF abre inquérito para investigar ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra

O ministro Gilmar Mendes do STF (Supremo Tribunal Federal) autorizou a abertura de uma investigação contra o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, devido a suspeitas de contratação irregular de uma empresa em 2001, quando era prefeito de Petrolina (PE).

De acordo com o MP (Ministério Público), a prefeitura, num único dia, realizou todo o procedimento licitatório para o fornecimento de órteses e próteses, tendo contratado a empresa SP Síntese Ltda. com inexigibilidade de licitação.

Outro indício de irregularidade, segundo o MP, seria o fato da empresa ter sido criada em janeiro de 2001, somente três meses antes de ela fechar o contrato com a prefeitura.

Além disso, o MP também questiona quatro aditivos contratuais que teriam sido celebrados sem amparo legal.

OUTRO LADO

A assessoria do ministro Fernando Bezerra disse, em nota, que tão cedo as investigações sejam iniciadas e os documentos analisados as acusações se mostrarão improcedentes.

Disse também que a prefeitura gastou R$ 215 mil com a SP Síntese, que teria realizado todos os serviços para que foi contratada.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira