sábado, 31 de maio de 2014

Para evitar constrangimentos, Dilma cancela visita ao Recife

Informações dão conta que aliados de Eduardo Campos organizavam vaia para Dilma

Para evitar constrangimentos na visita da presidente Dilma Rousseff (PT) ao Recife, que aconteceria na próxima terça-feira (3), a assessoria do Planalto optou por cancelar a viagem da petista a capital pernambucana e a cidade de Caruaru, no Agreste. O estopim extraoficial é o risco de que a vistoria técnica da Via Mangue fosse marcada por vaias e outras manifestações negativas.

Está mantida, no entanto, a agenda em Pernambuco no próximo dia 13, para participação na formatura de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) - uma das futuras bandeiras no palanque da reeleição. Também é aguardada a vinda do ex-presidente Lula.

A agenda terá contornos ainda mais políticos. Os dois irão reforçar o palanque de Armando Monteiro (PTB), que concorre ao governo estadual, e João Paulo (PT), que disputará o Senado.

A presidente estadual do PT, Teresa Leitão, confirmou que recebeu uma ligação da equipe de Brasília anunciando o cancelamento. Os detalhes, entretanto, não foram ditos. Nos bastidores, era de que os socialistas estavam organizando a claque às avessas para “recepcionar” a petista.

Para a segunda visita de Dilma, em 13 de junho, já foram iniciados os contatos com a Executiva estadual do PT e com a equipe de Armando Monteiro. Os dois partidos aguardam a confirmação do horário da agenda para definir o formato do evento. Sabe-se apenas que será em um local fechado, com convidados, já que a legislação eleitoral só permite eventos públicos a partir de julho, quando começa o período oficial da campanha. Na próxima semana, um representante do PT nacional desembarca no Recife para começar a organizar a agenda. A ideia é fazer um grande ato, com a presença de lideranças.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira