quarta-feira, 25 de junho de 2014

Armando Monteiro define o candidato a vice governador em sua chapa


O senador e pré-candidato ao Governo de Pernambuco pelo PTB, Armando Monteiro, enfim bateu o martelo quanto ao nome que deve ocupar a vaga de vice-governador na chapa trabalhista. O lugar será preenchido pelo deputado federal Paulo Rubem (PDT), que foi anunciado durante coletiva de imprensa feita por Armando nesta quarta-feira (25). O deputado federal e pré-candidato ao Senado João Paulo (PT), e a presidente do PT em Pernambuco, Teresa Leitão, também participaram do anúncio.

"Tenho a satisfação de confirmar, com o respaldo dos partidos que formam a nossa aliança, o nome de Paulo Rubem para ser o candidato a vice-governador", afirmou Armando durante a coletiva. "Todos sabem que a aliança com o PDT é um marco. Nossa coligação não é ampla, mas é robusta e tem as legendas que tem origem com nossos pensamentos", acrescentou, em referência à Frente Popular do candidato Paulo Câmara (PSB), que tem 21 legendas de diferentes pensamentos na base.

O anúncio do vice de Armando só não havia sido feito antes devido à indefinição do PDT, que só decidiu seguir com o petebista nesta segunda-feira (23). Lideranças do partido, a exemplo do ex-presidente estadual do partido e prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), e do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchôa, eram favoráveis à uma aliança com Câmara. O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, entretanto, tinha a preferência na postulação de Armando. Nesta segunda, Lupi assumiu o lugar de Queiroz na presidência do PDT pernambucano e fechou com a chapa trabalhista.

Além de Rubem, a vereadora Isabella de Roldão (PDT) também havia sido cogitada para o posto. A coligação de Armando conta, além do PTB, com o PT, o PSC, o PDT, PRB e PTdoB, além da força sindical. A convenção do PTB de Pernambuco que vai oficializar a candidatura de Armando está marcada para o próximo domingo (29), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, e terá transmissão online.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira