quarta-feira, 18 de junho de 2014

ARROGÂNCIA ELIMINADA: ESPANHA SAI HUMILHADA

A seleção espanhola, que chegou ao Brasil posando como favorita, já pode comprar seus bilhetes de volta. A "fúria" foi derrotada para o Chile por 2 a 0, depois de ter sido goleada por 5 a 1 para a Holanda na primeira rodada. Nunca, na história das Copas, um campeão fez uma campanha tão medíocre no Mundial seguinte. E a eliminação precoce é um castigo à arrogância espanhola – dois dias antes do Mundial, o goleiro Iker Casillas, que falhou nas duas partidas, disse que a "Espanha é favorita absoluta".

Com os resultados desta quarta-feira, Holanda e Chile já estão classificados e decidirão, na próxima segunda-feira, no Itaquerão, quem será o líder do grupo. O Brasil, classificando-se em primeiro lugar, como é a expectativa dos torcedores, enfrentará o segundo colocado. Ficando em segundo, pega o líder do grupo B.

Abaixo, reportagem da agência espanhola Efe, às vésperas do Mundial, em que Casillas falava em favoritismo absoluto:

FUTEBOL COPA 2014

Casillas aponta candidatas ao título e crava: "Espanha é favorita absoluta"

O goleiro Iker Casillas, da seleção espanhola, considerou que a disputa pelo título da Copa do Mundo será complicada, mas não negou o favoritismo dos atuais campeões, que chegam ao torneio em uma sequência de conquistas.

"A Espanha chega à Copa como favorita absoluta. Isso não tira a responsabilidade dos jogadores de fazer um grande papel e poder defender o título", afirmou em entrevista divulgada por um dos patrocinadores da competição.


"Sabemos que é difícil porque há seleções que estão jogando bem e que concorrem ao título, como Alemanha, Portugal, Argentina, Brasil e Holanda. Também chegam como favoritas para ganhar a Copa", acrescentou.

'La Roja' está preparada, segundo o goleiro, para enfrentar um novo desafio e ser a primeira seleção da história a ganhar duas Copas e duas Eurocopas seguidas. Com o título, seria também a primeira europeia a levantar a taça no continente americano.

"Eu gostaria de chegar o mais longe possível com a minha seleção. Sabemos que não será fácil, mas somos uma seleção de grandes desafios e estamos felizes em poder tentar reeditar a conquista", revelou.

Casillas ainda refletiu sobre o papel que vai exerce na seleção espanhola, sendo titular absoluto e também capitão.

"Os 15 anos na seleção principal fazem com que você esteja mais preparado para uma decisão do que o restante dos companheiros. Faz com que você possa dar conselhos e contar experiências vividas no passado", garantiu.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira