quinta-feira, 5 de junho de 2014

Com Vitória diante do Bahia, Sport cumpre meta e fica entre os dez primeiros no Brasileirão

Mike comemora primeiro gol pelo Sport. Foto: Alexandre Gondim.

Catorze pontos e um recesso tranquilo na tabela. Esse foi o saldo rubro-negro no jogo desta quarta-feira, contra o Bahia. Em falta no setor criativo, o Sport teve mais oportunidades de finalizar. Depois de tantas tentativas frustradas, Mike acabou acertando o caminho para o gol e decidindo o resultado.

Em jogo marcado por onze cartões, sendo dois deles vermelhos, o Sport ainda teve oportunidade de alargar o placar, mas não conseguiu. Na classificação, o Leão chegou aos 14 pontos, cumprindo a meta estipulada pelo técnico Eduardo Baptista, e agora ocupa a nona posição. O Bahia continua com oito pontos e, após sua quarta derrota seguida, caiu para a 16ª colocação.

JOGO – Por parte das duas equipes o primeiro tempo foi morno. Ainda que se movimentassem bastante no meio-campo e avançassem pelas laterais, nenhum dos dois times conseguiu criar boas jogadas. A posse de bola ficou dividida entre 53% do Bahia e 47% do Sport.

O time da casa tentou durante os 45 minutos avançar com os cruzamentos para a grande área, mas faltou eficácia dos atacantes para finalizar. Neto Baiano, sedento por gols sobre um de seus maiores rivais, quase não alcançou a bola no começo e ficou mais na reclamação. O jogador, apesar de ser o artilheiro da equipe nessa temporada, com 16 gols, não tem balançado as redes com frequência na Série A e só marcou duas vezes.

Do outro lado, Talisca foi quem deu trabalho à defesa rubro-negra. O atacante é artilheiro do Bahia com oito gols e destaque de assistências no Brasileirão. Aos 18 minutos, em cobrança de falta da entrada da área, o jogador mandou com força, mas a bola foi desviada pela zaga e acabou indo pra fora.

Enquanto isso, o Sport começava a encontrar mais espaço para pressionar. Aos 25, Patric mandou para Ananias que estava de frente para o gol, mas não conseguiu marcar. Um minuto depois, Ewerton Páscoa também recebeu em boa posição, mas cabeceou pra fora. Duas provas seguidas de que o Leão carece de um ataque decisivo para a Série A.

O segundo tempo já começou difícil para a arbitragem. Já aos 2 minutos, Rithely fez falta em Talisca e deu início à série de cartões que estava por vir. Aos 5, Pará avançou com velocidade e chegou à área rubro-negra, mas foi parado com falta de Magrão. O goleiro levou cartão amarelo, mas os tricolores pressionaram para que saísse um vermelho. E saiu, mas para o goleiro do próprio Bahia, deixou sua área para reclamar também. Marcelo Lomba acabou levando o segundo amarelo e foi expulso.

Douglas Pires acabou assumindo o gol, mas o Bahia ainda tinha um jogador a menos. Quinze minutos depois, Mike entrou na partida no lugar de Érico Júnior. O atacante só precisou tocar na bola duas vezes para abrir o placar. Após tentativa de Renê, aproveitou a sobra e não deu chances para Douglas Pires.

No fim, o Bahia ainda teve mais um jogador expulso. Roniery levou o segundo amarelo depois de falta em Ananias. Com dois a mais e o placar definido, o Sport optou por segurar o jogo e trocar passes no meio-campo. Faltou saída rápida e sobrou espaço para o adversário se movimentar, mas já não havia tempo. O resultado já estava traçado e o Sport segue para o recesso a dois pontos do G4.

FICHA DA PARTIDA – SPORT 1 x 0 BAHIA

Sport: Magrão; Patric, Ewerton Páscoa, Durval e Renê; Wendel (Zé Mario), Rithely e Augusto César (Aílton); Ananias, Érico Júnior (Mike) e Neto Baiano. Técnico: Eduardo Baptista.

Bahia: Marcelo Lomba (Douglas Pires); Roniery, Demerson, Titi, Pará e Fahel; Rafael Miranda, Maxi Biancucchi (Jean), Emanuel e Wilian Barbio; Talisca (Guilherme Santos). Técnico: Marquinhos Santos.

Série A (quinta rodada). Local: Ilha do Retiro Data: Quarta-feira, às 21h. Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP). Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP). Gols: Mike (26′/2ºT) Cartões Amarelos: Durval (17′/1ºT), Talisca (18′/1ºT), Roniery (30′/1ºT), Marcelo Lomba (46′/1ºT), Rithely (2′/2ºT), Magrão (5′/2ºt), Fahel (9′/2ºT), Patric (15′/2ºT), Zé Mário (35′/2ºT) Cartões vermelhos: Marcelo Lomba (7′/2ºT), Roniery (36′/2ºT)

Público: 15.170 Renda: R$ 255.000.00

Com Informações da Marina Padilha, do Blog do Torcedor

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira