sexta-feira, 20 de junho de 2014

PDT decide apoiar Armando Monteiro e fica com a vaga de Vice Governador

A Direção Nacional do PDT informou, nesta quinta-feira (19), que apoiará o senador Armando Monteiro (PTB) na eleição para governador de Pernambuco e indicará a vice do petebista. Até o momento, o nome mais cotado da legenda é o da vereadora do Recife Isabella Roldão. A oficialização do apoio ao parlamentar deve ocorrer no dia 29 deste mês, em Caruaru, principal cidade do Agreste pernambucano, junto à homologação das candidaturas do congressista ao Executivo estadual e do deputado federal João Paulo (PT) ao Senado. Com a decisão, o pedetista José de Queiroz, prefeito do município agrestino, deixará a presidência estadual do partido após 19 anos.

O membro da legenda pedetista mais indicado para ser vice de Armando era o do deputado federal Paulo Rubem (PE). Mas por conta das divergências com José de Queiroz, que defendia apoio ao ex-secretário estadual da Fazenda Paulo Câmara (PSB), o parlamentar teve sua imagem desgastada, e tentará a reeleição.

A chapa do PDT disputará contra a Frente Popular, que atualmente conta com 22 partidos, maior coligação da história de Pernambuco. Além de Paulo Câmara, indicado pelo seu correligionário e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, ex-governador de Pernambuco, a legenda peessebista tem o ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho como postulante ao Senado. O vice de Câmara é o deputado federal Raul Henry (PMDB).

Na eleição presidencial, tanto o PDT como o PTB apoiarão o projeto de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Embora o PMDB nacional apoie a chefe do Executivo federal, o principal nome do partido em Pernambuco, senador Jarbas Vasconcelos, que governou o estado por oito anos, é um dos críticos mais ferrenhos da legenda à gestão petista.

Jarbas e Raul Henry integram uma ala do PMDB que formou o chamado "Bloco Independente" para apoiar Eduardo Campos. Entre os senadores estão Pedro Simon (RS), Luiz Henrique (SC), Ricardo Ferraço (ES) e Waldemor Moka (MT). No caso dos deputados federais, Campos receberá apoio de Fábio Trad (MS), Osmar Terra (RS), Danilo Forte (CE), Darcísio Perondi (RS) e Geraldo Resende (MS), também do PMDB.

Com informações do 247

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira