terça-feira, 24 de junho de 2014

Por segurança na COPA, Seleção dos Estados Unidos queriam fechar praia em Pernambuco

A despeito do clima de festa e tranquilidade que tem reinado até agora durante a Copa do Mundo no Brasil, os agentes responsáveis pela segurança da seleção dos Estados Unidos ainda temem que algum ataque possa acontecer durante a estadia do time em solo brasileiro. Como parte do esquema de proteção para a vinda ao Recife, os americanos chegaram a pedir para a polícia local que parte da praia de Boa Viagem, um dos cartões postais da cidade, fosse bloqueada para impedir o tráfego de pessoas nas proximidades do Hotel Golden Tulip, onde os norte-americanos estão hospedados. O pedido foi negado, já que a lei brasileira proíbe que espaços da praia sejam fechados.

Além de ser a seleção mais preocupada com o esquema de proteção durante a copa, os americanos também ganham no número de homens que fazem a segurança do time. São 700 policiais, incluindo membros da Polícia Federal Americana (FBI), que farão parte das equipes de inteligência, mas não atuarão armados na cidade. O exército brasileiro também será acionado, e vai atuar durante o trajeto dos americanos até a Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. Os Estados Unidos vão enfrentar a Alemanha nesta quinta-feira (26), às 13 horas, no último jogo do grupo G da Copa do Mundo.

Na rodada de grupos da Copa do Mundo, a seleção americana já jogou com a seleção de Gana, na última segunda-feira (16), na Arena das Dunas, em Natal (com placar final de 2x1 para os americanos), e com Portugal, na Arena da Amazônia, em Manaus. O segundo jogo, no último domingo (22), terminou com um empate de 2x2, com um gol dos portugueses no último minuto dos acréscimos.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira