sábado, 21 de junho de 2014

PTB abandona Dilma e embarca na Candidatura do Tucano Aécio Neves

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) acaba de confirmar a aliança com o PTB para sucessão presidencial. A guinada surpreendeu o PT e incomodou as lideranças do partido por ter ocorrido no dia da convenção da presidente Dilma Rousseff. A decisão de Benito Gama, presidente do PTB, foi motivada por uma disputa por cargos na Caixa Econômica Federal.

Leia, abaixo, a nota divulgada por Aécio:

Recebi agora um comunicado do presidente do PTB, Benito Gama, que se soma a nós. O PTB expressa um sentimento que é majoritário na sociedade brasileira por mudanças. E o PTB sempre foi um aliado tradicional do PSDB lá atrás. Esteve com o presidente Fernando Henrique no momento da estabilidade da economia, deu sustentação ao governo do presidente Lula e está buscando um caminho onde acho que encontrará maior convergência.

No meu estado, em Minas Gerais, onde tenho uma relação, inclusive, pessoal com os dirigentes do PTB, fizemos uma bela travessia juntos ao longo desses 12 anos. Aqui em São Paulo, o PTB apoia historicamente o governador Geraldo Alckmin. Não cabe a mim fazer o julgamento individual de A ou B, cabe a mim perceber que há uma movimentação natural de partidos da base no caso específico agora, de setores de partidos da base já vem existindo há muito tempo.

Agora, isso acaba fazendo com que um partido formalmente manifeste seu apoio à nossa candidatura. É bem-vindo e vamos fazer uma grande caminhada pelo Brasil.

Leia, ainda, a nota do PTB:

NOTA OFICIAL DO PTB

A Executiva Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) sempre esteve sintonizada com os legítimos interesses do país. Por isso, participou do esforço da conquista da estabilidade econômica e dos avanços sociais que marcaram as últimas décadas no Brasil.

Hoje, mais uma vez sintonizada com o desejo de mudanças que vem sendo expressado pela ampla maioria do povo brasileiro, o PTB declara seu apoio ao senador Aécio Neves para as eleições presidenciais desse ano. Temos convicção de que Aécio reúne as condições para a retomada do crescimento econômico, seja na garantia da manutenção das conquistas sociais hoje incorporadas à vida nacional.

Essa decisão atende o clamor da maioria da bancada federal e de estados, onde os conflitos locais entre PTB e PT ficaram insustentáveis, como, por exemplo, Distrito Federal, Roraima, Piauí e Rio de Janeiro. Os estados ficam liberados para manter os acordos locais e esta decisão será apresentada na Convenção Nacional do PTB no próximo dia 27 de junho, em Salvador.

Salvador, 21 de junho de 2014

Benito Gama
Presidente Nacional do PTB

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira