domingo, 1 de junho de 2014

RECIFE É ELEITA A CAPITAL COM MAIOR TRANSPARÊNCIA


A cidade do Recife foi considerada como a capital que tem o maior índice de transparência com relação aos gastos públicos. A informação foi divulgada a partir de uma pesquisa da Organização Não Governamental (ONG) Contas Abertas, que deu à capital pernambucana a nota 8,7. O Estado também conseguiu uma boa colocação na pesquisa, conquistando o segundo lugar com a nota 8,14. A pesquisa, divulgada nesta sexta-feira (30), avalia a qualidade dos portais que realizam a divulgação dos orçamentos públicos.

Além do Recife, as capitais Vitória (Espírito Santo) e São Paulo (São Paulo) conquistaram as maiores notas no ranking das cidades, com pontuação de 7,61 e 7,14 respectivamente. Nos estados, a liderança ficou com o Espírito Santo, com nota 8,96. Em terceiro lugar apareceu a cidade de São Paulo, com 7,95. A pior capital avaliada foi Aracaju (Sergipe), com 1,36. Entre os estados, Rondônia aparece com o menor índice: 0,85. A média geral obtida pelas cidades foi de 4,73, enquanto nos estados, 5,66.

O Índice de Transparência está na terceira edição e avalia os locais a partir do Conteúdo, da Usabilidade e da Série Histórica e da Frequência de Atualização. “A ideia é que qualquer cidadão, entendendo ou não de contas públicas, possa encontrar as informações desejadas nos portais dos seus governos”, afirmou o secretário-geral do Contas Abertas, Gil Castello Branco.

Apesar de ser a terceira edição da pesquisa, não é possível comparar os dados obtidos com os de anos anteriores. Isso se dá devido às mudanças na metodologia da pesquisa, que aumentou o peso do conteúdo e da usabilidade na nota final. O projeto tem como base a Lei Complementar 131/2009 (LC 131), que obriga a divulgação na internet de informações orçamentárias em tempo real.

Tanto a Prefeitura do Recife (PCR), administrada por Geraldo Julio (PSB) quanto o Governo de Pernambuco, administrado por João Lyra (PSB), divulgam as informações orçamentárias em “Portais de Transparências” alimentados pelas administrações. No último dia 22, Pernambuco já havia recebido a maior nota com relação à transparência dos gastos públicos com a Copa do Mundo.

Com Informações do 247

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira