domingo, 17 de agosto de 2014

Caixa-preta do avião que matou Eduardo deve seguir para análise nos Estados Unidos


Em entrevista na manhã deste domingo (17) o governador de Pernambuco, João Lyra (PSB), afirmou que a caixa-preta do avião que transportava o ex-governador e candidato à Presidência Eduardo Campos e que caiu nessa quarta-feira (13) matando a ele e seus assessores, além dos pilotos, deve seguir para os Estados Unidos, onde passará por uma nova análise.

A expectativa é de que nos EUA haja tecnologia necessária para ouvir as gravações dos instantes que antecederam o acidente.

Ainda de acordo com o governador, até o momento as informações apontam que não houve sabotagem no acidente. João Lyra afirma ainda ter falado recentemente com um piloto, irmão de um dos pilotos mortos no acidente do dia 13 e que ele lhe afirmou que “nos Estados Unidos há uma cultura de se aprofundar nas investigações para descobrir o que houve”.

“Devido o impacto da queda, pode ser que a tecnologia disponível no Brasil não seja suficiente para ter acesso aos áudios do dispositivo”, afirmou o governador.

Trajeto do avião:

Com Informações do NE10

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira