quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Em Pernambuco, João Lyra decreta luto oficial de 7 dias


Segundo o governador de Pernambuco, João Lyra Neto, a presidente Dilma Rousseff já telefonou três vezes hoje para oferecer apoio e se colocar à disposição do governo e da família para qualquer necessidade em relação aos procedimentos relativos ao transporte dos corpos do acidente de avião que matou o ex-governador, presidente do PSB e candidato à Presidência, Eduardo Campos, além de quatro assessores e dois pilotos.

João Lyra informou que Dilma colocou à disposição aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e toda a estrutura do governo federal para o que for necessário. O governador disse que deve ir a São Paulo para acompanhar todos os procedimentos, mas só vai decidir o melhor momento quando tiver mais informações do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo.

O governador decretou luto oficial de sete dias no Estado de Pernambuco. No Palácio do Campo das Princesas o clima é de consternação. Funcionários lamentam a morte do ex-governador e dos assessores de sua equipe que o acompanhavam.

O avião em que Eduardo Campos estava caiu na manhã desta quarta-feira em Santos, no litoral paulista. Além do ex-governador, estavam na aeronave - de modelo Cesna 560 XL - Pedro Valadares (assessor direto), Carlos Augusto Percol (assessor de imprensa), Marcelo Lira (cinegrafista), Alexandre Severo (fotógrafo oficial da campanha) e os pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

Com informações do jornalista Josué Nogueira

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira