segunda-feira, 16 de março de 2015

Paulo Câmara diz que manifestações demonstram necessidade de ajustes

 
Após chegar ao Aeroporto do Recife, no final da tarde deste domingo, vindo de uma viagem de três dias pelo interior do Estado, em agenda administrativa, o governador Paulo Câmara (PSB) comentou as manifestações pelo país.

“Hoje o Brasil assistiu manifestações populares, que demonstram claramente a necessidade de ajustes, de humildade, de transparência e de muito diálogo. Tem que ser apresentada e discutida uma nova agenda para o País, com ações em favor do serviço público, da ética e com propostas que beneficiem aqueles que mais que precisam”, afirmou Paulo Câmara, por meio de sua assessoria.

Nas inserções que o PSB exibe desde este final de semana em cadeia nacional de televisão, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, repete a bandeira de novo pacto federativo que era defendida pelo padrinho político Eduardo Campos e critica a concentração de recursos no governo federal, sob comando da presidente Dilma Rousseff (PT).

“Mais da metade dos impostos que você paga fica com a União federal. Mas você não vive na União. Você vive na sua cidade, no seu Estado. É aí que estão a escola do seu filho, o hospital que você usa, a estrada onde você anda”, afirma o governador.

“O PSB quer uma divisão mais justa dos recursos entre a União, o Estado e sua cidade. Uma divisão com a cara do novo Brasil”, diz Paulo Câmara. No slogan, o PSB diz ter a cara do novo Brasil.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira