quarta-feira, 29 de abril de 2015

Em Limoeiro, Professores municipais participam de capacitação


Com o intuito de trocar experiências, adquirir conhecimento e saberes, a secretaria de Educação de Limoeiro vem constantemente investindo na qualificação do seu corpo docente. E durante a última terça-feira (28), toda a rede municipal de ensino participou da capacitação, através do PROFOCO – Programa de Educação e Formação Continuada da Rede Municipal de Ensino.

O encontro, que acontece a cada final de unidade, foi realizado na sede da FACAL – Faculdade de Ciências Aplicadas de Limoeiro. Os técnicos da secretaria de Educação do município estiveram à frente do projeto, que contou, também, com a participação da gerente regional da secretaria de Educação do Estado em educação infantil, Aparecida Freire.

Em suas palavras, Aparecida lembrou a influência do ambiente externo ser utilizado nas escolas. “É interessante que a didática de ensino seja diferenciada, sempre com interatividade. Logo, eu penso que o ambiente externo de uma sala de aula é o terceiro educador. Podemos utilizar de bambolês, circuitos feitos com pneus, por exemplo, isso é uma forma de potencializar as práticas pedagógicas, observando e monitorando a construção do coletivo”, explicou Freire.

Também presente ao evento, a palestrante do Programa Educação Empreendedora do SEBRAE Isabel Inoblar, colocou da importância de capacitar os professores em disseminar o comportamento empreendedor dos alunos. “O melhor caminho é que o educador atue de forma transversal nas ações de empreender os discentes para a vida. Além disso, não basta ensinar conteúdos técnicos ou apresentar ao estudante os dilemas e desafios de nossa sociedade. É necessário construir esses caminhos por meio de ações concretas, que tenham efetiva capacidade transformadora e, sobretudo, que leve a aliar a teoria à prática”, disse Isabel.

Além de toda equipe de professores da rede municipal, também estiveram presentes a secretária de Educação, Rosejara Ramos e o diretor do departamento de Esportes, Robertinho Galvão.



0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira