sexta-feira, 8 de maio de 2015

Especial Brasileirão Série A: Conheça o Atlético MG


O Clube Atlético Mineiro (conhecido apenas por Atlético e cujo acrônimo é CAM) é um clube multi-esportivo brasileiro sediado na cidade de Belo Horizonte, Minas Gerais. Fundado em 25 de março de 1908 por um grupo de estudantes, tem como suas cores tradicionais o preto e o branco. Seu símbolo e alcunha mais popular é o Galo, mascote oficial no final da década de 1930.

Embora tenha atuado em outras modalidades esportivas ao longo dos anos, seu reconhecimento e suas principais conquistas foram alcançados no futebol. O clube é o maior campeão do Estado de Minas Gerais, com 43 títulos do Campeonato Mineiro, além de ser o maior vencedor do Clássico Mineiro, com uma grande vantagem contra seu rival, o Cruzeiro. A nível nacional, foi Campeão Brasileiro uma vez, em 1971, e conquistou outros três títulos nacionais oficiais: a Copa dos Campeões Estaduais em 1937, a Copa dos Campeões Brasileiros em 1978, e a Copa do Brasil, em 2014. Na esfera internacional, possui quatro títulos internacionais oficiais: uma Copa Libertadores da América, duas Copas Conmebol e uma Recopa Sul-Americana.

O Galo é um dos clubes mais populares do Brasil. Seu maior rival é o Cruzeiro, com quem faz um dos grandes clássicos do futebol brasileiro. Em menor grau, também tem uma rivalidade com o América.

De modalidades esportivas importantes ao longo da história atleticana, destacam-se o voleibol onde o clube é ainda hoje, o segundo maior campeão estadual (apenas abaixo do Minas Tênis Clube). O atletismo rendeu ao clube três conquistas na Corrida Internacional de São Silvestre, conquistados por João da Mata (1983) e Robert Cheruiyot (2007) no masculino, e Alice Timbilili (2007) no feminino. No futsal, o Atlético Pax de Minas, através de craques como Manoel Tobias e Falcão, dominou o Brasil e o mundo, conquistando títulos como a Taça Brasil em 1985, a Liga Futsal em 1997 e 1999, e a Copa Intercontinental em 1998.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira