sábado, 2 de maio de 2015

Santa Cruz e Salgueiro fazem o duelo final no Arruda


Para o Santa Cruz é uma oportunidade abarrotar sua sala de troféus com mais uma conquista e a ampliar a supremacia na década. Para o Salgueiro, a chance de escrever em cores ainda mais brilhantes seu nome na história do futebol pernambucano. Esses são os igrediantes da decisão que começa às 16h, no Arruda, edição que marca os cem anos do Estadual.

Com o empate por 0x0 no primeiro jogo, na última quarta-feira, no Cornélio de Barros, os dois times entram em campo rigorosamente iguais. Se persistir a igualdade seja sem ou com gols, a decisão vai para as cobranças de pênaltis. Só haverá campeão no tempo regulamentar se houver vencedor, e por qualquer diferença de gols.

Um dos trunfos do Santa Cruz é o fator casa. Há quem aposte num público de até 50 mil pessoas no José do Rego Maciel. O próprio técnico Ricardinho já declarou que a força das arquibancadas será fundamental para a atuação de seus comandados.

O Salgueiro tem seu pilar num retrospecto arrasador sobre os times grandes, suas únicas vítimas tanto no hexagonal do título quanto no mata-mata. Primeiro, eliminou o Náutico das semifinais com uma goleada por 4×1 no Cornélio de Barros. Depois, despachou o Sport na semifinal com uma vitória em casa e um empate na Arena Pernambuco. Sobre o Santa, o Carcará tem cem por cento de invencibilidade. venceu dois jogos, empatou um e não tomou um gol sequer.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira