sexta-feira, 10 de julho de 2015

“Golpe é o que o PT quer dar contra o povo”, diz Mendonça


Nesta sexta-feira (10), o deputado Federal Mendonça Filho (DEM), participou do programa “Debate”, na Rádio Jornal Caruaru, com o jornalista Igor Maciel. Entre os assuntos abordados, o democrata falou sobre o governo Dilma e o tempo de mandato que resta para a presidente da República.

“Acho que vai ter uma movimentação muito grande no dia 16 de agosto em todo o país. E isso vai aquecer muito mais clima. Junto isso, o TSE vai analisar se houve erros na campanha de Dilma e o TCU vai examinar o caso das pedaladas fiscais”, frisou Mendonça.

Questionado sobre as condições que poderiam levar a presidente Dilma Rousseff ao impeachment, Mendonça foi enfática ao dizer que acredita que há muitos elementos que precisam ser investigados e lembrou de Collor de Melo. “O presidente Collor já foi impeachmado, hoje aliado do PT e do governo foi deposto por uma Fiat Elba, hoje o problema é muito maior com tudo o que tem acontecido na Petrobras. Ficam falando de golpe, mas está tudo dentro da Lei. Golpe é usar a forçado governo para impedir a apuração da Lava-Jato, que mostra que o petróleo abasteceu a campanha da presidente Dilma. Golpe é o que o PT quer dar contra o povo”, alfinetou o deputado.

Sobre o que poderia ter sido um governo de Aécio Neves, o deputado federal disse acreditar que seria melhor que o atual, porque o senador tucano foi transparente ao falar sobre os problemas econômicos que o país enfrentaria, e que atualmente está passando. “Sem dúvidas eu acho que estaria melhor. A presidente Dilma fez tudo o que disse que não faria ao povo. Você não é obrigado a prometer, mas quando promete ao povo tem que fazer. Tudo o que ela dizia que não ia fazer, a presidente Dilma fez, aumentou a conta de energia, mexeu nos direitos dos trabalhadores. Ela fez tudo o que ela disse que os adversários iam fazer e de forma muito pior. A presidente Dilma e o PT, eles perderam a credibilidade. Aécio disse que tinha limitações no plano de governo econômico, ele não prometeu nada que não pudesse cumprir. A presidente tem feito tudo muito mais agressivo”, ressaltou Mendonça.

O deputado aproveitou ainda para falar sobre a postura do ex-presidente Lula ao criticar as decisões de Dilma Rousseff. “Lula tem colocado toda a culpa das coisas ruins em Dilma, mas ele foi o responsável por ela estar lá. E todas as coisas praticadas que mexeram na economia foram praticadas com o aval de Lula, as pedaladas fiscais foram feitas com o aval dele. Lula culpa a presidente da República pelas coisas ruins que ele ajudou a fazer”, afirmou o democrata.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira