quarta-feira, 2 de março de 2016

Investigações contra Lula não podem “passar dos limites”, diz Dilma

Dilma Rousseff defendeu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de forma enérgica nessa terça-feira (1º) em jantar com as bancadas do PDT na Câmara dos Deputados e no Senado Federal. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, esta é uma tentativa de se reaproximar de seu antecessor.

Ainda de acordo com a publicação, a presidente disse que todo mundo comete erros e falhas, mas Lula foi um líder que merece solidariedade, pois o ex-presidente tem sido cercado pelas investigações da Polícia Federal, algo que não pode passar “dos limites”.

Fontes próximas do Planalto afirmam que a nomeação do promotor baiano Wellington César Lima para o Ministério da Justiça pela presidente, no local de José Eduardo Cardozo, representou uma tentativa de reaproximação a Lula. Lima foi indicado pelo ministro Jaques Wagner, Casa Civil, um dos maiores aliados do fundador do PT.

Ainda segundo a publicação, o ex-presidente defendia desde o ano passado a saída de Cardozo do cargo, por este não conseguir controlar a Polícia Federal, que anda no encalço de Lula no curso das investigações da Operação Zelotes.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira