terça-feira, 12 de abril de 2016

Oposição ao governo, Record transmitirá Impeachment de Dilma Rousseff

O bispo Edir Macedo, a Igreja Universal e a Record passaram a fazer oposição ao atual governo brasileiro, após o PRB (Partido Republicano Brasileiro) romper com o PT (Partido dos Trabalhadores).

Agora, seu jornalismo está empenhado a fazerem uma cobertura imparcial da atual situação que vive o Brasil, e vai transmitir ao vivo a votação da abertura de processo de impeachment pelo plenário da Câmara no fim de semana, assim como a Globo.

De acordo com a jornalista Vera Magalhães, da Veja, Adriana Araújo, âncora do “Jornal da Record”, vai comandar a cobertura ao vivo, direto de Brasília. Celso Freitas, companheiro de bancada de Adriana, pilotará a cobertura do estúdio em São Paulo.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira