quinta-feira, 7 de abril de 2016

Prefeito Silvestre deixa Licenciamento e Seguro Obrigatório de veículos atrasados


Em vésperas de eleições municipais o que se observa na cidade de Passira, Agreste de Pernambuco, é a total falta de organização encontradas em diversos setores da administração pública.

O Blog Aventura Passira recebeu denuncias relacionadas a atrasos do pagamento de Licenciamento e Seguro Obrigatório de toda frota de veículos municipais, além de multas já vencidas. Com o prazo para pagamento encerrado há um mês, os condutores correm riscos de perderem pontos na CNH e terem veículos apreendidos, caso sejam parados em Blitz.

Entre os transportes estão ônibus escolares (que diariamente realiza a condução de jovens à Universidades circunvizinhas e pacientes a hospitais do Recife), Ambulâncias, Carro Pipa, Fiat Uno, entre outros. Sabe-se que é de total responsabilidade do Chefe do Executivo cobrar de seus secretários municipais a execução de seus trabalhos de forma a dar lisura ao serviço público.

Nossa reportagem fotografou placas de 19 veículos diferentes e todos estavam com os impostos em atrasos, a constatação foi feita na manhã de hoje, 07 de abril, no site do Detran-PE (www.detran.pe.gov.br).

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), todos os veículos devem ser licenciados anualmente e o descumprimento dessa lei prevê infração gravíssima, com multa de R$ 191,54 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), assim como apreensão e remoção do veículo com o licenciamento atrasado.

Em pouco tempo a população vem detectando enormes irregularidades administrativas e financeiras na gestão do Prefeito Severino Silvestre-PSD. Aos de memória relapsa, no final de 2015 a Polícia Federal deflagrou a "Operação Carona" na Prefeitura Municipal de Passira e foi à procura do Prefeito em sua residência. A medida visava investigar supostas fraudes em licitações de transporte público.

Abaixo segue as imagens dos veículos e print's da consulta no site do Detran-PE - Clique na imagem para ampliar:



























0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira