sexta-feira, 8 de abril de 2016

Servidores de Passira se revoltam contra prefeito e vão às ruas no dia da Saúde


Sem demonstrar a mínima vontade de negociar com os técnicos e auxiliares de enfermagem, o prefeito Severino Silvestre-PSD, da cidade de Passira, Agreste de Pernambuco, enfrenta enorme rejeição com os servidores efetivos. Aproveitando o dia Mundial da Saúde, toda classe foi às principais ruas do município exibindo cartazes e mostrando aos munícipes as péssimas condições salariais que o Chefe do Executivo vem lhes oferecendo.

Em tempos de campanha eleitoral Silvestre havia se comprometido em reajustar o salário base ao mínimo vigente, porém, na prática, como prefeito ele não reajustou sequer um centavo. Muitos funcionários que fazem parte do nível elementar estão com pisos de 300,00 480,00 e 520,00. 

O nível de rejeição do gestor vem aumentando, de acordo com populares, pelo descrédito com as promessas pre-eleitorais e a realidade imposta.

Os funcionários envolvidos com a reivindicação marcharam em direção à Prefeitura e ao Fórum Municipal numa tentativa de sensibilizar o Ministério Público. 

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira