terça-feira, 10 de maio de 2016

Em Passira, UBS de 500 MIL não foi construída. Onde foi parar o dinheiro?



Em agosto de 2015 o Prefeito Severino Silvestre-PSD da cidade de Passira, Agreste de Pernambuco, convocou moradores do Sitio Chã dos Cocós, Zona Rural, para assinatura da ordem de Serviço e construção da UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE-UBS. Para construir o mini hospital a Prefeitura recebeu em forma de doação um amplo terreno de um morador local. 

Com recursos oriundos do Governo Federal, através do PAC 2, orçado em aproximadamente meio milhão de reais e com prazo para entrega em até 5 meses, ou seja, deveria estar funcionando desde janeiro/2016, a UBS não saiu do papel e de concreto mesmo apenas a placa informando que à má gestão preferiu isolar a comunidade ao descaso social. 

À reportagem, moradores relatam o caso com muita comoção e ao mesmo tempo decepção, sem se identificar, uma senhora relatou que percorre mais de 7 km a pé para ser submetida a serviços médicos em outra comunidade, quando ficou sabendo da construção da UBS em sua localidade comemorou muito. Hoje, com lágrimas aos olhos, 'acha' que pode ter sido 'enganada' pela gestão comandada pelo Prefeito Silvestre, questionando: "onde foi parar esse dinheiro todinho que estava na placa [emocionada]?

Outro morador relatou que o Prefeito mandou construir apenas o alicerce da obra e em seguida ordenou a retirada dos materiais de construção. 

Questionamentos:
Onde estão os materiais de construção? 
Por que o prefeito não entregou a UBS? 
Onde está o dinheiro? 

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira