quinta-feira, 23 de junho de 2016

Show de Wesley Safadão é confirmado no São João de Caruaru


A polêmica envolvendo o show do cantor Wesley Safadão na festa do São João de Caruaru, no Agreste pernambucano, neste sábado (25), ganha um novo capítulo. A apresentação foi liberada pelo desembargador José Viana Ulisses Filho na noite desta quarta-feira (22), após ter sido suspensa por causa do cachê do artista. A confusão envolvendo o show começou depois que a prefeitura da Capital do Forró divulgou no Portal da Transparência que o artista receberia R$ 575 mil pela apresentação, enquanto ele se apresentaria, no dia 1º de julho, em Campina Grande, na Paraíba, por R$ 195 mil (montante divulgado pela Prefeitura de Campina Grande). A diferença de 294% no cachê fez o juiz José Fernando de Souza entrar com uma liminar que suspendeu o show.

Na noite desta quarta-feira (22), após analisar o recurso da Prefeitura de Caruaru, o desembargador confirmou a participação do artista na festa sob a alegação de que a contratação do cantor segue compatível com os valores de mercado na época junina. Além disso, a decisão leva em consideração o impacto econômico que o cancelamento da apresentação teria na festividade. 

Um trecho da decisão do desembargado José Viana Filho pontua, no entanto, que as investigações em relação ao gasto público com o show devem continuar: "Advirta-se que a presente decisão apenas autoriza a realização do show antes suspensa, mas não macula a ação popular, que deve prosseguir, até para que posteriormente se confirme a legitimidade das alegações declinadas no presente agravo, além da possibilidade, caso se verifique qualquer irregularidade lesiva à Administração Pública, de ser proposta ação civil pública de improbidade administrativa contra os eventuais responsáveis."

Em nota, a Prefeitura de Caruaru reafirma a apresentação e a compatibilidade dos valores cobrados pelo artistas na época junina. "Wesley Safadão cantou nesta terça-feira (21) na cidade de São João de Patos, Paraíba, pelo valor de R$ 575 mil, conforme divulgado no blog de Rubens Nóbrega & Equipe no dia de hoje, quarta (22)", diz um trecho da oficial encaminhada pela gestão municipal da Capital do Forró.

"Nós captamos mais de R$ 9 milhões em patrocínios, o cachê não é pago com o dinheiro da saúde ou da educação. As contratações estão dentro da regularidade e divulgadas no Portal da Transparência", ressaltou Ruy Lira, secretário de governo da Prefeitura de Caruaru, em entrevista a uma emissora de TV.

Além da disparidade entre os valores dos cachês de Wesley Safadão com relação às cidades de Caruaru e Campina Grande, a produção da TV Jornal mostrou ainda a diferença nos valores pagos a outras bandas na Capital do Forró. Aviões do Forró, por exemplo, receberá R$ 250 mil pelo show em Caruaru e R$ 195 mil em Campina Grande. O show de Elba Ramalho, na abertura do São João de Caruaru, custou R$ 190 mil e em Campina Grande, irá custar 160 mil.

A Banda Aviões do Forró afirmou, em nota, que “os valores cobrados pelos shows são calculados de acordo com inúmeras variantes que envolvem a logística das produções o que pode acarretar tais diferenças como as de Caruaru e Campina Grande”. As assessorias de Elba Ramalho e Wesley Safadão não responderam os questionamentos da produção do TV Jornal Notícias.

O OUTRO LADO - A Prefeitura de Campina Grande informou que contratou Wesley Safadão com um ano de antecedência da festa e por isso, teria conseguido negociar este valor. A prefeitura de Campina Grande disse ainda que não irá comentar a nota da prefeitura de Caruaru, no qual o valor de R$ 195 mil é pontuado como fora do padrão.

RIVALIDADE - As cidades de Caruaru e Campina Grande disputam o título de Maior São João do Nordeste. A rivalidade é alimentada entre os forrozeiros dos dois municípios, que sempre comparam o Parque do Povo, na Paraíba, com o Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, em Pernambuco. As cidades disputam a atenção dos turistas e ambas ostentam o título de "Maior São João do Mundo".
Wesley Safadão - fotos

Leia, na íntegra, a nota oficial do Tribunal de Justiça de Pernambuco sobre a liberação do show de Wesley Safadão em Caruaru:

"O desembargador José Viana Ulisses, da Câmara Regional de Caruaru, acatou o recurso da Prefeitura de Caruaru, autorizando a realização do show do cantor Wesley Safadão no próximo sábado (25/6). O magistrado alega que restou comprovado que, ao contrário do que se afirma na ação popular, a origem dos recursos não é do erário público municipal. O documento nº 1150849 – ofício exarado pela Fundação de Cultura e Turismo da cidade de Caruaru – traz o rol de patrocinadores dos festejos juninos no Município, com captação de recursos de diversas entidades privadas. 

O magistrado alega também que a suspensão do show, programado para ocorrer em uma única data traria prejuízos para todo o comércio local, com possíveis danos à economia local, sobretudo hotéis, bares e restaurantes, além de frustrar a expectativa do público.

A decisão do desembargador apenas autoriza a realização do show antes suspensa, mas não termina ação popular, que deve prosseguir, até para que posteriormente se confirme a legitimidade das alegações declinadas no presente agravo, além da possibilidade, caso se verifique qualquer irregularidade lesiva à Administração Pública, de ser proposta ação civil pública de improbidade administrativa contra os eventuais responsáveis."

LIMOEIRO - Wesley Safadão se apresentou no São João de Limoeiro, também no Agreste de Pernambuco, no domingo (19). O show foi realizando em um espaço público da cidade. De acordo com a prefeitura, o show custou R$ 450 mil, valor também menor que o cobrado em Caruaru.

Do NE10

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira