terça-feira, 18 de outubro de 2016

Aviões do Forró fica na mira da PF e vocalistas são levados para depoimento


A banda cearense Aviões do Forró está na mira da Polícia Federal. Na manhã desta terça-feira (18), a PF deflagrou a operação “For All” para investigar fraudes no Imposto de Renda cometidas pela empresa A3 Entretenimento, que administra a banda Aviões do Forró, entre outras.

Os vocalistas da banda, Xand e Solange Almeida, foram levados na sede da Polícia Federal nesta manhã para prestarem esclarecimentos. A ação da PF é em conjunto com a Receita Federal. A estimativa preliminar identificou uma omissão de receitas que chegam a mais de R$ 300 milhões, de acordo com a Receita.

A Justiça Federal já decretou o bloqueio de imóveis e a apreensão de veículos pertencentes a pessoas ligadas ao grupo.

Existem indícios de que os integrantes da organização forneciam dados falsos ou omitiam informações nas suas declarações de Imposto de Renda pessoa física e jurídica, para se livrar da cobrança de tributos. O grupo ainda adquiria bens, como veículos e imóveis, sem declarar ao Fisco.

No decorrer da investigação, foram identificados indícios de lavagem de capitais, falsidade ideológica e associação criminosa.

A Receita Federal divulgou que as investigações tiveram início ainda em 2012 e foram aprofundadas a partir de 2014, com a parceria da Polícia Federal e do Ministério Público.

Em nota, a Banda Aviões do Forró informou  “que está à disposição da Polícia Federal e da Justiça e que colaborará com todos os questionamentos em relação à operação”.

Com informações do G1.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira