quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Lixo vem tomando conta das vias públicas da cidade de Passira

Créditos fotográficos: Márcia Gomes

Um dia após o resultado das eleições municipais de 2016 o prefeito derrotado, Severino Silvestre, da cidade de Passira, Agreste de Pernambuco, vem dando nítida impressão de que não tem mais capacidade administrativa de continuar no cargo ao qual lhe foi conferido através do popular democrático até 31 de Dezembro do ano corrente.

Com a merecida Vitória de Renya Carla-PP, Silvestre impôs medidas impopulares tidas como 'Pacote de Maldades', retirou dos universitários, da saúde e dos alunos da Rede municipal de ensinoo transporte público, agora vem deixando o lixo tomar conta das vias públicas. Segundo informações o serviço de coleta de lixo foi afetada pelos cortes do gestor, precarisando, ainda mais, as condições ambientais e de dignidade dos munícipes.

Nas ruas, até os mais de 9 mil eleitores que confiaram no gestor para sua reeleição vem recebendo as notícias com decepção,  dando fortes indícios que na Terra dos Bordados, Silvestre encerra sua carreira política.

Em tempo, Silvestre disputou sua quarta eleição para o cargo de Chefe do Executivo na disputa de 2012. Desde o início enfrentou forte rejeição perante a crítica, não conseguiu administrar sua inexperiência gestão pública, muito menos política. Nomeou profissionais que não tinham o grado da população, houve fortes denúncias de perseguição política, assédio moral e abuso de poder econômico. Sofreu com o rompimento precoce do atual vice-Prefeito, Edelson Gomes, do Secretário de Agricultura, Júnior de Biá, e do Vereador Jamilson Albuquerque. Conviveu com duas fortes denúncias: Desvio de Carne de charque da merenda escolar e desvios de recursos do transporte público. Administrou a cidade com 4 parentes comandando as principais pastas do secretariado municipal, deixando o lado meritocrático falar mais alto que o técnico. Não concluiu obras com recursos oriundos do Governo Federal, tais como UBS's de Candeais, e Chã dos Cocos, assim como as reformas das UBS's de Tamanduá, Poço do Pau e Cutias. Não cumpriu a promessa de pavimentação do Povoado de Pedra Tapada e Poço do Pau. Não honrou compromissos salariais com os servidores contratados e efetivos. Sucateou o Sistema de abastecimento ruaral de água, os transportes, pontes e estradas vicinais.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira