domingo, 2 de outubro de 2016

Pela 1ª vez na história política de Passira, um prefeito não consegue a reeleição


Pela primeira vez na história política de Passira, Agreste de Pernambuco, um prefeito no poder perde uma reeleição. O fato histórico ocorreu neste domingo quando Renya Carla-PP e Boy de Zezé foram eleitos na disputa eleitoral de 02 de outubro.

Apurado 100% das urnas Renya Carla venceu com 10.013 contra 9.897 de Silvestre-PSD.

Silvestre sofreu com a alta rejeição de seu nome e de seus secretários (Damião Fabiano, Josilene, Selda Eudes, Pereira, Fátima Lopes e Marcos Farias).

As ameaças de transferências de funcionários efetivos gerou mau-estar, funcionários contratados insatisfeitos por receberem mal e apenas 7 meses por ano, sem décimo terceiro e terço de férias.

Renya, considerada a prefeita da água, conquistou de corpo e alma o eleitorado passirense, venceu deboches, preconceitos e a falta de recursos.

Por outro lado, o vice-prefeito eleito, Boy de Zezé, foi perseguido, processado e ameaçado, superou os obstáculos e deu a cara a bater.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira