sábado, 15 de outubro de 2016

Reajuste do Legislativo e Executivo foi aprovado antes das eleições municipais

Um Projeto de Lei demandado pelo Poder Legislativo de Passira, Agreste de Pernambuco, vem dando o que falar após a derrota do atual prefeito Severino Silvestre-PSD.

Acontece que o referido foi elaborado e posto em votação bem antes da eleição de 02 de Outubro, no qual reajusta os vencimentos dos Vereadores, Secretários Municipais, Prefeito e Vice-prefeito. Segundo o blog "Novo Giro no Agreste", ligado à prefeitura, em matéria, Silvestre era o favorito a vencer a disputa eleitoral contra Renya Carla. Como o atual gestor tinha o favoritismo e a maioria absoluta de parlamentares na casa legislativa o projeto de lei foi facilmente aprovado.

Neste caso, não faz sentido o atual prefeito cortar gastos após o resultado eleitoral alegando crise financeira, visto que não orientou seus vereadores a reprovarem tal projeto, dando claros sinais dr que, na verdade, o único beneficiado com o reajuste salarial era o próprio gestor "Favoritissimo na eleição".

O repasse da Prefeitura para a casa legislativa continua em 143 mil mensais, já os vereadores passam a receber no próximo pleito 8 mil reais, o secretariado do Executivo 6 mil, a prefeita 20 mil e o vice-prefeito 15 mil.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira