segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Mendonça Filho libera R$ 1,35 milhão para assistência estudantil em Pernambuco


O ministro da Educação, Mendonça Filho, liberou R$ 1,35 milhão para a assistência estudantil para atendimento de estudantes de baixa renda das universidades e institutos federais de Pernambuco.

“A assistência estudantil garante igualdade de oportunidades aos estudantes, dando apoio para moradia estudantil, alimentação e transporte”, afirmou Mendonça Filho.

A maior parte dos recursos será destinado às três universidades federais do estado, que receberão juntas R$ 733 mil. Já os dois institutos federais de educação, ciência e tecnologia receberão R$ 626 mil.

A assistência estudantil visa garantir a permanência acadêmica de estudantes de baixa renda nas universidades e institutos federais. O Plano de Assistência Estudantil (Pnaes) permite ao estudante assistência à moradia estudantil, alimentação, transporte, à saúde, inclusão digital, cultura, esporte, creche e apoio pedagógico. As ações do Pnaes são executadas pela própria instituição de ensino, que acompanha e avalia o desenvolvimento do programa.

Ao todo, foram liberados hoje mais R$ 44,3 milhões para a assistência estudantil de estudantes de baixa renda das universidades e institutos federais no País. Desse total, R$ 27,87 milhões são para as universidades federais e R$ 16,53 milhões para os institutos federais.

FNDE e PET- Além da assistência estudantil, o MEC liberou R$ 14 milhões para o pagamento de bolsas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A maior parte desses recursos, R$ 11 milhões, são para o programa Bolsa Permanência, cujos bolsistas são estudantes universitários em situações de vulnerabilidade socioeconômica, indígenas e quilombolas que fazem cursos de graduação com mais de 5 horas diárias de aula.

A bolsa se destina a custear seus gastos durante o curso cuja carga horária os impede de realizar atividade remunerada.
Os outros R$ 3 milhões são para o Programa de Educação Tutorial – PET. Esse programa foi criado para apoiar atividades acadêmicas que integram ensino, pesquisa e extensão.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira