quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Passira e Cumaru poderão ter contas bloqueadas pelo MPPE por irregularidades


O TCE recebeu denúncias sobre problemas nas transições de mandatos em vários municípios pernambucanos. As denúncias são referentes, justamente, a atrasos de pagamentos de servidores, demissão de médicos e falta de medicamentos. O procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPCO), Cristiano Pimentel, observa que, em muitas cidades, mesmo com a folha atrasada os prefeitos priorizam o pagamento dos fornecedores em detrimento à manutenção dos serviços básicos de saúde e educação. “São esses critérios que precisamos ficar alerta”, diz. Em algumas localidades, como Ribeirão, o promotor pediu bloqueio das contas. No Agreste são 17 municípios na mira do MP-PE entre eles : Bom Jardim, Casinhas, Cumaru, Iati, Passira, Pesqueira, Surubim, Vertente do Lério, Itaíba Sanharó, Belo Jardim, Feira Nova Poção, Tupanatinga, Buíque Gravatá, Barra de Guabiraba.

Com Informações Surubim Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira