quinta-feira, 18 de maio de 2017

O caos político: STF autoriza inquérito contra Michel Temer


O relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, autorizou a abertura de inquérito contra o presidente Michel temer. O pedido foi feito pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot.

O ministro do STF já havia homologado a delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batistas, donos da empresa de carne JBS. Apenas com a homologação das delações seria possível que a Procuradoria-Geral da República fizesse pedidos de inquéritos relacionados às informações reveladas pelos irmãos.


De acordo com o jornal Valor Econômico, Fachin sinalizou a Janot a intenção de tornar públicas as delações ainda hoje. Deve ir à tona nas próximas horas o suposto áudio em que o Temer teria avalizado a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba.

O STF também serão disponibilizados os vídeos com entrega de dinheiro a pessoas ligadas ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o áudio em que o tucano teria pedido R$ 2 milhões a Joesley Batista.

É aguardado um pronunciamento de Michel Temer às 16h ou às 18h.

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira