sexta-feira, 30 de junho de 2017

Clássicos de Safadão e desorganização do trânsito marcaram festa em Limoeiro


Clássicos de Luiz Gonzaga e Dominguinhos, músicas do dvd "WS in Miami Beach", gravado em abril, e até hits do Mc Troinha marcaram o repertório de Wesley Safadão durante show realizado em Limoeiro, no Agreste de Pernambuco. A apresentação, gratuita, encerrou o ciclo junino na cidade, localizada a 80 km do Recife.

Nem mesmo a chuva, que durou durante toda a apresentação, inibiram a empolgação do público, muito menos do artista. As cerca de 70 mil pessoas presentes - o município conta com 50 mil habitantes - aproveitaram quase 1h30 de show. Reforçando a ligação com Pernambuco, o cantor relembrou outras apresentações pela cidade e utilizou elementos como sombrinhas de frevo e bandeira de Pernambuco. 

Parceria 

A noite também contou com outra atração de renome nacional: a cantora goianense Marília Mendonça. Os dois artistas já gravaram uma música juntos chamada Ninguém é de Ferro. A apresentação trouxe as canções do novo CD e DVD da cantora, Realidade. O show apresentou um repertório inédito, como as recentes Eu Sei de Cor e Amante Não Tem Lar, além de hits como Infiel, Folgado e Como Faz Com Ela.

Com uma programação forte, a cidade também conseguiu lotar os hotéis disponíveis no município. O investimento de Limoeiro, apenas nesta noite de Marília e Wesley, ultrapassou a barreira de R$ 800 mil. Dentro desse valor, a Prefeitura ficou responsável apenas pelo cachê da cantora sertaneja, de R$ 350 mil. O restante ficou com uma empresa do Recife que venceu uma licitação para a compra de cinco cotas de patrocínio do Ciclo Junino.

Ciclo

Os cinco dias de festa do São João de Limoeiro contaram com mais de 20 atrações divididas em dois polos da cidade. Jorge & Mateus, Zezé di Camargo & Luciano, Dorgival Dantas e Márcia Felippe foram outros grandes nomes que passaram pela cidade nesse período.

Trânsito

Público de 70 mil pessoas numa cidade com 50 mil habitantes. Um evento desse porte exigia um esquema reforçado de trânsito e policiamento, o que segundo o público presente, não foi realizado.

De acordo com a organização da festa, para receber o grande público, um esquema de trânsito foi organizado nas imediações do Parque de Exposições para ter um acesso mais tranquilo. No entanto, algumas pessoas relataram uma demora de quase 2 horas para dirigir por percursos de apenas 6 km. Outros, preferiram descer dos veículos e ir andando até o local dos shows. 

"Está horrível e absurdo. Não tem nenhum guarda que fiscalize isso, ninguém que organize. Não adianta querer fazer evento grande e deixar desse jeito. Fora essa desorganização no trânsito, ainda tem a questão da segurança. Vi muitas brigas durante o show", afirmou a vendedora Marcela Santos, que saiu do Recife às 18h30 e conta que chegou ao local às 21h30.

O próprio Wesley Safadão, uma das estrelas da festa, foi de moto ao Parque de Exposições.

Com Informações do NE10

0 comentários:

Postar um comentário

Serão aceitos apenas comentários com indenficação verdadeira